Figueirense e Hercílio Luz ficam apenas no 0 a 0

08.02.2024

Figueirense e Hercílio Luz ficam apenas no 0 a 0

Figueirense e Hercílio Luz empataram por 0 a 0 no estádio Orlando Scarpelli no jogo que era do fechamento da sexta rodada do Campeonato Catarinense. Ambas as equipes fizeram uma partida disputada, porém sem muita tranquilidade na hora de acertar aquele último passe. O Alvinegro soma mais um ponto na tabela ficando com 9 pontos e mantendo a quarta posição.

O jogo

O jogo teve dois tempos distintos. Na primeira etapa, tivemos um Hercílio Luz melhor, com mais volume ofensivo, mas sem exigir muito do goleiro Thiago Gonçalves. Já no segundo tempo, o Figueira esteve um pouco melhor postado em campo, ocupando mais o campo ofensivo e jogando daquele jeito de marcação pressão com o qual estamos acostumados. Durante a segunda etapa, a fim de mudar o ritmo de jogo que se desenhava para um 0 a 0, o técnico João Burse tentou alterar a equipe com a entrada de Matheus Machado no lugar de Cesinha. Acredito que não tenha sido uma troca feliz do professor. Burse poderia, sim, ter arriscado um pouco mais e tirado o Gledson, que fez uma boa partida sem a bola, porém ficou devendo quando a teve nos pés, especialmente na hora de participar das ações ofensivas. Tentar ser ousado, “o medo de perder tira a vontade de ganhar”, mas sendo ortodoxo não obteve resultado.

Próxima parada

Na próxima rodada, a sétima do Catarinense, as duas equipes entram em campo no domingo, 12 de fevereiro. O Figueira vai até o norte do estado enfrentar o Nação na Arena Joinville, às 16hrs. Um pouco mais tarde, às 17h, o Hercílio Luz recebe o Marcílio Dias no Estádio Aníbal Torres Costa, em Tubarão.

Ficha Técnica:

Figueirense: Thiago Gonçalves; Cedric, Rafael Ribeiro, Thomás Kayck e Titto; Léo Baiano, Gledson e Cesinha (Mathes Machado); Guilherme Pato, Bernabé (Nicolas) e Alisson. Técnico: João Burse

Hercílio Luz: Matheus; Cleiton (Paulinho), Wallace, Igor Silva e Jean Martim (Vitinho); Guilherme Lazaroni (Eliel), Anderson Ligeiro (Vinícius Tanque), Alison e Mariotto; Ingro e Carlos Renato (Santiago Ruiz). TÉCNICO: Alexandre Lopes.

Cartões amarelos: Guilherme Pato e Nicolas (FIG); Alison e Wallace (HER)

Onde: estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis.

Público: 6.186 para uma renda de R$ 147.630,00.

Foto: Patrick Floriani/FFC

Roberto Gatti

Por

Roberto Gatti


Além do Marcou no Esporte, Roberto Gatti, 23 anos, também trabalha como produtor do quadro Já É Mané, do Balanço Geral, e do Clube da Bola, da NDTV. Ele atuou também no blog Mercado do Futebol.

Deixe seu comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ao publicar um comentário, você concorda automaticamente com nossa política de privavidade e nossa política de cookies