Andreza Garrett: lesões no crossfit

06.03.2021

Andreza Garrett: lesões no crossfit

lesões no crossfit

O crescente número de adeptos do Crossfit, associado a intensidade dos seus treinos, faz qualquer fisioterapeuta pensar nas lesões que irão nos aparecer, mas não é o que os estudos tem nos mostrado.

Um artigo publicado no The Orthopaedic Journal of Sports Medicine, mostrou que o CrossFit perde em número de lesões para a corrida, futebol, basquete, tênis, levantamento de peso, powerlifting, ginástica olímpica, musculação e triátlon. Mas é claro que precisamos de mais pesquisas e estudos consolidados!

Do ponto de vista ortopédico, uma causa comum de lesões é a falta de condicionamento físico e de treinamento específico para a modalidade esportiva.

No caso do CrossFit, que exige movimentos de alta complexidade técnica e intensidade, algumas correções articulares podem interferir na execução do exercício, influenciando positivamente no desempenho esportivo, na prevenção de dores ou lesões e na evolução deste programa de treinamento.

Vale lembrar que “a culpa” de uma lesão musculoesquelética não se deve apenas a um exercício físico, mas como ele é realizado.
O condicionamento físico, número de repetições, intensidade, carga e angulações devem estar adequados, além de outros fatores como cansaço, falta de repouso, traumas diretos ou indiretos, sedentarismo, postura de trabalho e de dormir, devem ser avaliados.

A análise do movimento e dos gestos esportivos deve ser feita de forma individual, tendo em vista suas variações anatômicas, e a disposição dos ossos que guiará cada movimento, e assim fica difícil generalizar qual a postura e movimento ideal.

O fisioterapeuta especializado e experiente pode avaliar e auxiliar os praticantes do crossfit a buscar movimentos com angulações mais confortáveis, com mais simetria, melhor distribuição de peso, mobilidade articular, alinhamento de membros e posição dos pés.
E assim, respeitando os limites do seu corpo, o Crossfit não precisará sair da vida dos apaixonados por este esporte que traz tantos benefícios!

Em caso de dúvidas, aqui embaixo estão meus contatos!

Foto: iStock Getty Images

Andreza Garrett

Por

Andreza Garrett


É fisioterapeuta formada na Udesc, pós-graduada em Ortopedia e em Osteopatia Clínica. Possui formação em RPG, podoposturologia, Mackenzie, Biomecânica Cranio cervical e da Articulação Temporomandibular. 20 anos de experiência em fisioterapia clínica e esportiva, e acredita na abordagem de tratamento biopsicossocial e multidisciplinar.

Deixe seu comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ao publicar um comentário, você concorda automaticamente com nossa política de privavidade e nossa política de cookies

x

Ouça a Rádio

botão play